Pesquisar
Biblioteca
Login
Assistir em tela cheia
há 3 anos

Polícia registra B.O. contra Nájila por difamação, após afirmar que "a polícia está comprada"

A Polícia Civil de São Paulo registrou um B.O (Boletim de Ocorrência) contra Najila Trindade, que acusa Neymar de estupro. O caso teria acontecido no dia 15 de maio.

Em conversa exclusiva com Roberto Cabrini, a modelo falou sobre o suposto roubo de um tablet que, segundo ela, tem o vídeo do segundo encontro com o jogador, em Paris.

Na entrevista, Najila questiona o trabalho da corporação. "Mas a polícia está comprada, né?! Ou não? Ou eu estou louca?", disse.Após a declaração, o órgão registrou um boletim contra a modelo por difamação.

O delegado, José Fernando Bessa, alega que foi "maculada não só a honra da Polícia Civil como instituição [...], mas, sobretudo a honra objetiva dos servidores lotados nos IIRGD (Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt), responsáveis pela coleta do material papidatiloscópico”, ou seja, as digitais.

Procurar mais vídeos

Procurar mais vídeos