Quer remover todas as suas pesquisas recentes?

Todas as pesquisas recentes serão eliminadas

Ver em ecrã completo

Moscovo confirma morte do embaixador russo na Turquia

euronews (em português)
euronews (em português)
há 3 anos|38 vistas
O embaixador da Rússia na Turquia não resistiu aos tiros do ataque foi alvo em Ancara e morreu. A confirmação da morte de Andrei Karlov foi anunciada pelo ministério russo dos Negócios Estrangeiros.

O diplomata discursava numa exposição de fotografia, no Centro de Arte Contemporânea, localizado na zona de Cankaya, quando uma homem armado o baleou.

Footage – Live scenes while Russian ambassador shooted by gunman. #Karlov #Russia pic.twitter.com/JXQOa8l3yX— Hisen (@xiseyn) December 19, 2016


A comunicação social turca informa que o autor do ataque é um agente da divisão antimotim da polícia chamado Mevlüt Mert.

BREAKING: The assailant is identified as Mevlüt Mert Altıntaş who is a police officer from Ankara. pic.twitter.com/UeIrgCMs57— Turkey Untold (@TurkeyUntold) December 19, 2016


Segundo uma testemunha, citada pela AFP, o homem gritou “Deus é grande”, “Alepo” e “vingança” quando abriu fogo.

Karlov foi atingido com quatro ou cinco tiros, diz a estação NTV. Pelo menos outras três pessoas ficaram feridas no ataque.

O atacante foi “neutralizado”.

O incidente acontece na véspera de uma reunião em Moscovo entre os chefes da diplomacia da Rússia, Irão e Turquia para discutir um cessar-fogo na cidade de Alepo, norte da Síria.

Numa primeira reação, os Estados Unidos condenaram o ataque.

“Temos informações de que o embaixador russo na Turquia Andrei Karlov foi atacado por um homem armado em Ancara. Condenamos este ato de violência, qualquer que seja a sua origem”, declarou o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, John Kirby.

Andrei Karlov era embaixador na Turquia desde 2013.

Procurar mais vídeos