Marikana segue em conflito

afp portugues
551
22 visualizações
  • Informações
  • Exportar
  • Adicionar a
Apenas 13% dos mineiros de Marikana, na África do Sul, retornaram ao trabalho nesta segunda-feira, 11 dias após o tiroteio entre grevistas e policiais que causou 34 mortes. As reivindicações por aumento salarial que originaram o confronto ainda não foram atendidas e a greve continua. Ainda nesta segunda, cerca de 250 grevistas detidos começaram ser julgados.

0 comentários