Ciencia de uma Pandemia - Vírus H1N1 [NatGeo]

BlackMessiahTDC
120
159 visualizações
  • Informações
  • Exportar
  • Adicionar a
Ao longo de 2009, o novo vírus H1N1 circundou o planeta originando a primeira pandemia de gripe do século XXI. Ela está se espalhando a uma "taxa inacreditável" e são as pessoas mais jovens que correm o maior risco. Em 1918, cerca de 100 milhões de pessoas morreram em todo o mundo vítimas da Gripe Espanhola, o maior desastre natural dos tempos modernos. E embora o vírus H1N1 pareça ser uma cepa de gripe menos severa, os cientistas continuam a monitorando com prudência. Agora, uma nova vacina contra o H1N1 está a caminho, mas há 33 anos, a última vacina contra a gripe suína lançada nos Estados Unidos trouxe mais problemas do que a própria gripe em si. "Swine Flu: The Science of Pandemics" acompanha as decisões rápidas, porém complexas, que devem ser tomadas na tentativa de combater estes inimigos microscópicos que se propagam por via aérea e que não conhecem fronteiras. O programa aborda pandemias de gripe do passado e as lições que estão sendo aplicadas para vencermos a guerra contra o H1N1. "Swine Flu" usa a história de uma mulher fictícia - a "Paciente Zero" - que é infectada pela supergripe, para permitir que os telespectadores se aprofundem na ciência de como o vírus de uma supergripe se desenvolve e sofre mutação, além de como a gripe passa de um surto a uma pandemia global.

http://en.wikipedia.org/wiki/Influenza_A_virus_subtype_H1N1

FAIR USE NOTICE:
We are making this material available in our efforts to advance understanding of environmental, political, human rights, economic, democracy, scientific, and social justice issues, etc. We believe this constitutes a "fair use" of any such copyrighted material as provided for in section 107 of the US Copyright Law. In accordance with Title 17 U.S.C. Section 107, the material on this site is distributed without profit to those who have expressed a prior interest in receiving the included information for research and educational purpose.

0 comentários