Richard Rorty, pragmatista

Paulo Ghiraldelli

por Paulo Ghiraldelli

263
3 348 visualizações

2 comentários

Vgiomo
O Rorty é O CARA!
Por VgiomoHá 5 anos
ribeiro-siddha
Obrigada, prof. por este vídeo. Rorty diz, no Contingência,ironia e solidariedade, que a idéia de que todos temos a obrigação primordial de reduzir a crueldade (ou abuso de qualquer tipo, poderíamos adendar) "parece presumir que há algo, nos seres humanos, que merece respeito e proteção, independentemente da linguagem que eles falem" (Martins,2007,p.157). Talvez esses seres humanos nem tenham ainda aprendido a falar, talvez apenas balbuciem e estejam aprendendo a falar as primeiras palavras, que em geral são " papai" e "mamãe". A capacidade não-linguística de sentir a dor, o abuso e a humilhação infligida a outrem é enfatizada por Rorty. Nem que fosse só por isso, ele é um filósofo que faz diferença, pois realmente, só faz diferença, mesmo, uma coisa que fez ou faz, agora, diferença na prática. Saudações rortianas.
Por ribeiro-siddhaHá 6 anos