Advertising Console

    Audiência com militares perseguidos pela ditadura Belmiro Demétrio

    7 visualizações
    O fuzileiro naval da reserva Paulo Novais Coutinho foi presidente da
    Unidade de Mobilização Nacional pela Anistia (Umna). Estava no grupo
    de marinheiros que receberam ordem para cercar o Sindicato dos
    Metalúrgicos, onde ocorria uma manifestação em apoio às reformas de
    base. O grupo de soldados depôs as armas e se colocou em vigília no
    sindicato. Todos os militares que participaram desses eventos foram
    cassados, presos e levados para presídios comuns em 10 de abril de
    1964.